top of page

Tordesilhas 530

Em Londrina - PR
Brasil
7 de junho de 2024

Um evento para o Brasil, Portugal, Espanha e América do Sul

Em 1493, o Papa Alexandre VI autorizou a divisão do novo mundo, na direção leste - oeste entre a Espanha e Portugal, o que resultou no Tratado de Tordesilhas, assinado em 7 de junho de 1494, por ambos os países, na cidade espanhola do mesmo nome. 

Este fato resultou para a América do Sul a introdução de dois novos idiomas, o Espanhol e o Português. O primeiro passou a ser falado do lado Oeste e o segundo do lado Leste. A cultura ibérica se fez presente e os seus pensamentos guiaram as suas ações nas cataratas das influências.

 

O vai e vem dos navios ficou mais intenso e a imigração geral cada vez mais florida. 

Agora, 530 anos depois, no reinado do Papa Francisco, um argentino, nos parece oportuno lembrar desse tratado, para que na esteira do desenvolvimento da história, a América do Sul celebre um Tordesilhas invertido. Não mais o da separação e dos altos domínios, mas o da aproximação, do autoconhecimento, da civilidade, da proteção e da economia colaborativa. 

 

Neste caminho e nesta ocasião, o INSTISUL – Instituto Sul-Americano de Inovação em QI, com sede em Londrina, PR, Brasil, faz crescer a iniciativa de se trabalhar um desenvolvimento colaborativo conjunto e propõe tratar da implantação de um plano, indicado como: Plano Atacama Máster de Proteção e Avanços para a América do Sul.

 

Com este fim, o Instituto está tratando da organização do evento celebrativo, o Tordesilhas 530, marcado para o dia 07 de junho próximo, na cidade de Londrina. 

O plano é atrair para o encontro e cerimonial pessoas que representam a sociedade brasileira, ibérica e sul-americana, bem como também o público universitário, o estudantil e docente, além de órgãos da imprensa nacional e internacional.

bottom of page